Tales Bedeschi

De nuvem
Ir para: navegação, pesquisa

É possível sentir o movimento de rotação do nosso planeta? Talvez o ritmo do nosso coração não seja lento o suficiente. Embora a Terra gire a 1674 kmh (em algumas regiões), não conseguimos ver o seu movimento diretamente. É uma questão de distância. De tão próximos, estamos no movimento e não o percebemos.

Se observarmos a projeção da luz do Sol sobre os objetos da superfície da Terra, estamos perto de sentir o movimento do planeta. O deslocamento muito lento das sombras é o que permite ver a velocidade.

Talvez isso soe como uma experiência de Evgen Bavcar. O fotógrafo cego, impedido de enxergar, quis ver as estrelas. Então ele vai para um vulcão e toca, abraça suas paredes quentes.

Linha Curva da Terra é um projeto que pretende criar imagens de um movimento invisível. Através da pintura e registro do estado da sombra e, em seguida, o seu deslocamento, inauguramos um dispositivo de desenho.


Caderno antigo

[video]

Movimento da Terra, passagem do tempo, luz e sombra, registro da marca, elementos que remetem às heliografias de Nièpce do século XIX.

Em busca de poesia que servisse à materialização da idéia, fui ao Google, atrás de "lentamente".

Encontrei um "eterno".

A poesia é de Paulo Leminski. Chama Caderno antigo.


Abrindo um antigo caderno

foi que eu descobri:

Antigamente eu era eterno.

- Paulo Leminski


Caderno-antigo Tales-Bedeschi-2012 1.jpg

Caderno-antigo Tales-Bedeschi-2012 2.jpg

Caderno-antigo Tales-Bedeschi-2012 3.jpg

Pintura de paisagem

[video]

Pintura de Paisagem é uma pintura ao ar livre. Tal tradição, foi inaugurada na Europa pelos chamados Impressionistas. Na época, a proposta, dentre outras, era captar um momento determinado da paisagem, o reflexo da luz do dia sobre os elementos da natureza. Segundo os nefelibatas Mariana Katona e Raphael Fonseca [1], "era preciso substituir a criação de uma paisagem projetada dentro do ateliê para a representação da experiência direta do artista com a natureza enquanto fenômeno". Para tanto, esses pintores a representavam da maneira mais imediata, usando uma técnica rápida e sem retoques.

Em Pintura de Paisagem, a pintura se realiza diretamente no fenômeno natural. A pintura é feita por intervenções na imagem da paisagem. A princípio, o conceito de tela não se dissolve. A estrutura geradora de enquadramento da composição e de suporte da tinta se subdivide em duas estruturas, sendo elas a tela da câmera e a paisagem propriamente dita.

A pintura, nesse sentido, faz um exercício de extensão de seus limites e agrega outros elementos. O tempo passa determinar sua imagem, na medida em que ela não pode ser pensada sem o som ambiente, o vento e a alternância de luminosidade (dado o movimento das nuvens).

Em uma tela 1280x720 pixels, a pintura pode ser vista em telas de câmeras, computadores e ainda ser projetada em diversos tamanhos, de acordo com o projetor.

Elementos da proposta: - planos do cinema - camadas de cores da pintura - feitura da pintura, processo de trabalho do artista - mediação da tecnologia no fazer da pintura - intervenção da pintura diretamente na paisagem - hibridação de modos de fazer e conceber a imagem Pintura-de-Paisagem Tales-Bedeschi-2012 1.jpg

Pintura-de-Paisagem Tales-Bedeschi 2.jpg

Alumbramento

[video 03'51"]

Há 6 anos atrás ouvi uma palestra do Bené Fonteles. Estava em Porto Alegre no Fórum Social Mundial. A prosa era sobre o "reencantamento do mundo". Bené me apresentou uma palavra. Não é todo dia que alguém te dá uma palavra de presente.

"Alumbramento" é o ato de maravilhar-se. Como se fosse um encantamento. A imagem, o fenômeno te acessa pelos sentidos e toma todo o seu ser, como num arrepio, ou melhor, como num alumbramento. Bené Fonteles contou um caso de Gil, que na varanda de um grande amigo, reparou algumas telhas de vidro. Depois de boa conversa, Gil olhou para cima e percebeu que a Lua entrava, através da telha transparente. Após ver as primeiras imagens do vídeo feito aqui e, então nomeado "Alumbramento", lembrei dessa história.

Alumbramento 2012 Tales-Bedeschi 1.jpg

Alumbramento 2012 Tales-Bedeschi 2.jpg

Alumbramento 2012 Tales-Bedeschi 3.jpg