Mudanças entre as edições de "Livro Economias Subversivas"

De nuvem
Ir para: navegação, pesquisa
(Criou página com ''Economias Subversivas' desdobra-se como um encontro e uma publicação, organizados pela Nuvem em dezembro deste 2016 que se encerra. Buscamos alter...')
 
Linha 1: Linha 1:
 
'Economias Subversivas' desdobra-se como um [[Economias Subversivas|encontro]] e uma publicação, organizados pela Nuvem em dezembro deste 2016 que se encerra. Buscamos alternativas para as moedas, bancos, financiamentos e investimentos do atual modelo econômico excludente. O dinheiro a serviço do povo, não o contrário. A economia é também um campo de invenção e resistência social, capaz de gerar instrumentos potentes de transformação de um status quo excludente. Como visibilizar e refletir sobre iniciativas deste tipo? Quais as possibilidades, potências e debilidades das práticas subversivas na economia?
 
'Economias Subversivas' desdobra-se como um [[Economias Subversivas|encontro]] e uma publicação, organizados pela Nuvem em dezembro deste 2016 que se encerra. Buscamos alternativas para as moedas, bancos, financiamentos e investimentos do atual modelo econômico excludente. O dinheiro a serviço do povo, não o contrário. A economia é também um campo de invenção e resistência social, capaz de gerar instrumentos potentes de transformação de um status quo excludente. Como visibilizar e refletir sobre iniciativas deste tipo? Quais as possibilidades, potências e debilidades das práticas subversivas na economia?
 +
 +
[[Arquivo:Zero-cruzeiro.jpg|Zero Cruzeiro, de Cildo Meireles]]
  
 
Movidos por tais questões, lançamos a chamada aberta de trabalhos para o livro 'Economias Subversivas'. Buscamos trabalhos de qualquer tipo - sejam relatos de experiências, artigos acadêmicos, ficcionais, poéticos, ensaísticos, imagéticos, traduções e etc - desde que se relacionem com práticas ou ideias relacionadas ao tema geral 'Economias Subversivas'. Serão aceitos textos em português, inglês e espanhol, até o dia 15 de janeiro de 2017. Os arquivos devem ser submetidos para o email nuvemhr@gmail.com
 
Movidos por tais questões, lançamos a chamada aberta de trabalhos para o livro 'Economias Subversivas'. Buscamos trabalhos de qualquer tipo - sejam relatos de experiências, artigos acadêmicos, ficcionais, poéticos, ensaísticos, imagéticos, traduções e etc - desde que se relacionem com práticas ou ideias relacionadas ao tema geral 'Economias Subversivas'. Serão aceitos textos em português, inglês e espanhol, até o dia 15 de janeiro de 2017. Os arquivos devem ser submetidos para o email nuvemhr@gmail.com

Edição das 18h00min de 16 de dezembro de 2016

'Economias Subversivas' desdobra-se como um encontro e uma publicação, organizados pela Nuvem em dezembro deste 2016 que se encerra. Buscamos alternativas para as moedas, bancos, financiamentos e investimentos do atual modelo econômico excludente. O dinheiro a serviço do povo, não o contrário. A economia é também um campo de invenção e resistência social, capaz de gerar instrumentos potentes de transformação de um status quo excludente. Como visibilizar e refletir sobre iniciativas deste tipo? Quais as possibilidades, potências e debilidades das práticas subversivas na economia?

Zero Cruzeiro, de Cildo Meireles

Movidos por tais questões, lançamos a chamada aberta de trabalhos para o livro 'Economias Subversivas'. Buscamos trabalhos de qualquer tipo - sejam relatos de experiências, artigos acadêmicos, ficcionais, poéticos, ensaísticos, imagéticos, traduções e etc - desde que se relacionem com práticas ou ideias relacionadas ao tema geral 'Economias Subversivas'. Serão aceitos textos em português, inglês e espanhol, até o dia 15 de janeiro de 2017. Os arquivos devem ser submetidos para o email nuvemhr@gmail.com